O site da Sucesso Digital utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Cryptocurrencies: A Era das Moedas Digitais

Cryptocurrencies: A Era das Moedas Digitais

Cryptocurrencies: A Era das Moedas Digitais

Já tem alguns anos que quase todo o seu dinheiro é digital. Ele é apenas um número na tela de um pc, um celular ou, em último caso, nos registros de banco de dados das empresas de cartão de crédito e do seu banco.

Muito provavelmente se todas as pessoas quisessem sacar em espécie todo o seu dinheiro ao mesmo tempo não teria o suficiente em papel moeda nos cofres dos bancos de qualquer país. Aliás, já vimos isso acontecer bem recentemente na crise da Grécia e do Chipre.

Crise na Grécia: Fila de Pessoas Tentando Sacar Dinheiro

Crise na Grécia: Fila de Pessoas Tentando Sacar Dinheiro


Crise no Chipre: Fila de Pessoas Tentando Sacar Dinheiro

Crise no Chipre: Fila de Pessoas Tentando Sacar Dinheiro


E já tem muito tempo que nos acostumamos a realizar a troca de moedas virtuais por bens e serviços que necessitamos. Como exemplos mais comuns temos as milhas de avião, os pontos de cartões de crédito, pontos de programas de fidelidade e etc.

É certeza quase absoluta que se você está inserido na economia então fez uso pelo menos uma vez de algum tipo de troca virtual como as listadas acimas por produtos, serviços ou até mesmo descontos e etc.

 
A ideia de uma moeda virtual, descentralizada e autônoma, ou seja, não emitida por nenhuma autoridade monetária ou banco central, é antiga e foi tentada sem sucesso algumas vezes. Não apenas se necessitava de ideias criativas mas também de um poder computacional que não estava disponível.

É exatamente o oposto do que temos hoje: internet de alta velocidade e poder computacional de sobra permitiram que essas ideias fluíssem para formatos compatíveis com os ideais libertários que uma moeda desse tipo trazem embutidos no seu conceito.

bitcoin e a blockchainA Moeda Digital Bitcoin e a Blockchain

A primeira iniciativa realmente que “pegou” foi o Bitcoin e seu revolucionário conceito de blockchain.

Criado pela controversa e obscura figura de Satoshi Nakamoto, o bitcoin foi descrito pela primeira vez em 2009 no documento chamado “Bitcoin: A Peer-to-Peer Eletronic Cash System“.

A blockchain é como se fosse uma grande planilha de Excel, é um sistema distribuído e aberto disponível para download gratuito para qualquer pessoa que se interesse em rodá-lo. De um lado, esse sistema mantém, registra, atualiza e valida de forma permanente todas as transações financeiras realizadas com a moeda.

Do outro lado, os computadores que fazem esse serviço são desafiados a resolver um complexo programa matemático e, quando o conseguem, são recompensados na forma de bitcoin.

Assim, os bitcoins vão sendo criados e comercializados na rede independente de qualquer órgão regulador e, além disso, como todo seu histórico esta registrado na blockchain ao longo de todos os computadores da rede, é virtualmente impossível  de hackear.
Por que virtualmente? Quando falamos de computador, sabemos que o impossível é algo difícil de existir, mas a lógica nos permite falar isso com propriedade em relação à blockchain.

O poder computacional necessário para realizar esse procedimento seria tão grande que seu custo estaria na casa de trilhões de dólares. Ou seja, é economicamente inviável sem considerar toda a logística de velocidade, espaço e energia necessário para fazer acontecer.

O bitcoin vai além do fato de ser uma reserva de valor financeiro, ele também apresenta até certo nível a possibilidade de você manter seu anonimato e a transferência de recursos para qualquer parte do mundo sem a necessidade de intermediários.

Isso por si só é uma revolução e uma grande dor de cabeça para os governos que vislumbram um mundo em que não conseguirão rastrear os donos do dinheiro para cobrar impostos com base nesses registros.

O bitcoin foi, também, a primeiro moeda digital a ser usada largamente de forma especulatória sendo a primeira a ter contratos futuros negociados na CME, a maior bolsa de mercados futuros do mundo.

Veja, no gráfico abaixo, a evolução no preço do bitcoin nos últimos anos.

Gráfico Semanal do Bitcoin em relação ao Dólar

Gráfico Semanal do Bitcoin em relação ao Dólar

Novas Moedas Digitais

O bitcoin foi apenas o começo. Uma ideia brilhante mas como toda primeira iniciativa sempre tem coisas a melhorar e aprimorar. Além disso, alguns problemas foram surgindo ao longo do tempo comprometendo a usabilidade da moeda.

O principal deles, do meu ponto de vista, é a velocidade das operações. Como a blockchain é algo que tende a crescer indefinidamente e as operações precisam ser validadas por toda a rede, o tempo de processamento vem crescendo bastante, ao ponto de uma transferência de moedas durar horas para ser validada.

Obviamente, isso não é algo que ajude na adesão ao que interessa, que vai além do processo especulativo: é a moeda ser usada como dinheiro realmente, para trocar por produtos e serviços.
Em razão disso nossas ideias surgiram e os projetos em torno das moedas digitais explodiram. Já existem milhares de alternativas ao bitcoin, e você pode ver as principais moedas e suas informações no site CoinMarketCap.

Muita coisa inovadora e de alta qualidade surgiu, muitas excelentes iniciativas cuja discussão iria muito além dos objetivos deste artigo introdutório.

O que pretendo é que você perceba que, embora estejamos ainda na infância dessas tecnologias, é um caminho sem volta. Se você precisa de mais argumento, o mais eloquente deles é saber que o bitcoin já movimentou mais de 200 bilhões de dólares. Imagine quando juntamos todas as outras moedas!

Se é um caminho sem volta, é digital e é possível ganhar dinheiro com isso então é um assunto que nos interessa! 🙂

Esta foi apenas uma introdução, mas nos próximos artigos vamos mergulhar ainda mais no mundo das moedas digitais.

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE